A Papo de Gaia existe para dar suporte a mulher na concepção, gestação, parto e puerpério.

Oferecendo suporte físico e emocional para a saúde da mulher do casal e de toda a família.

Apoiando o empoderamento do parto Humanizado ou seja tanto o nascimento normal e/ou cesárea.

Respeitando o desejo de cada mulher.

Nossa missão é oferecer cuidados, amparo e acolhimento a nova família.

Através de oficinas de cuidados com o recém nascido, palestras informativas gestacionais, materno-familiar, cursos de parto e gestante, encontros para casais, cujo o objetivo é levar informação e preparação, auxiliando nas tomadas de decisões futuras. Oferecendo suporte físico e emocional para a saúde da mulher do casal e de toda a família. Apoiando o empoderamento do parto Humanizado ou seja tanto o nascimento normal e/ou cesárea.

Respeitando o desejo de cada mulher.

Nossa missão é oferecer cuidados, amparo e acolhimento a nova família.    Através de oficinas de cuidados com o recém nascido, palestras informativas gestacionais, materno-familiar, cursos de parto e gestante, encontros para casais, cujo o objetivo é levar informação e preparação, auxiliando nas tomadas de decisões futuras. 

"Para mudar o mundo é preciso mudar a forma de nascer!"

Michel Odent

Serviços Papo de Gaia

Na Papo de Gaia, você encontra um leque de opções para te ajudar no dia a dia. Atendimentos e orientações: Concepção - Gestação - Parto - Pós Parto e Puericultura

Psicoterapia Gestacional e Materna

Psicoterapia clínica

Doulas de Parto

Consultoria de Aleitamento Materno

Puericultura (0 a 5 anos)

Parto Domiciliar Planejado (Instituto Maternar)

Workshop Gentlebirth/MS

Formação de Doulas e Educadoras Perinatais

Doula de Pós Parto em Domicilio

Locação de Bomba de Leite

Aulas, Oficinas, Workshops e Cursos de Gaia
Aula de Pilates para Mulheres, Gestantes e Puérperas
Oficina de Shantala para Mães/ Pais e Bebês 
Oficina de Reflexologia podal para Bebês 
Oficina de Cuidados com Recém Nascido 
Ultrassom Natural ou Pintura de barriga
Chá de Fralda ou Ensaio Fotográfico
Curso para Gestantes 
Curso de Parto - Normal e Cesárea

Foi assim...

A importância de se abrir o coração e dar voz aos sentimentos.Nesse espaço, você encontra mulheres de verdade. Que abriram suas mentes e seus pensamentos. E falam sobre a experiência de ter vivido o parto humanizado e ter sido assista por uma doula. 

Tânia Gimenez


Doula Mariksa Nunes Sanches Ungerer com seu olhar meigo e cheio de respostas buscou dentro da minha alma tudo o que estava guardado há 13 anos. Depois de uma cesariana dolorosa, meu desejo sempre foi ter um parto normal. Hoje estou grávida de 6 meses e fui em busca de alguém que me apoiasse e me ajudasse a descobrir a importância do parto normal. Foi então que conheci a Doula Mariksa para me cuidar e me preparar para o momento tão esperado que é a chegada da minha segunda filha. Hoje me sinto mais tranquila e preparada para fazer um parto normal. Tenho certeza que o carinho, respeito, atenção e amor que a minha Doula me dará, será a força e o combustível para me manter forte no grande dia. Por isso a importância desse trabalho tão lindo e rico em amor!!

Rízia Melissa


Meu primeiro parto foi horrível , tentei ter normal e não consegui deus uns problemas e fora q na hora fiquei super nervosa, alias quem não fica né? Foi traumático pois vivi a violência no parto que eu tanto esperei que seria uma coisa boa. Por fim nasceu meu filho lindo , logo após dois anos fiquei gravida novamente e fiquei sabendo de doulas e para que elas serviam, então me apresentaram a papo de gaia na qual a Mariksa me explicou tudo certinho e no dia do parto foi tudo maravilhoso , meu filho venho no tempo dele e sem pressa e no meu tempo também, fui assistida por duas doulas perfeitas Mariksa e Simone, se não fosse por elas eu não teria conseguido ter normal, foi o parto que eu queria com o primeiro filho, valeu muito a pena e não me arrependo de ter pedido ajuda de doulas , pelo contrario fico muito agradecida *--* são maravilhosas , enviadas por Deus! Mãe do Mateus Calebe Doula Mariksa Ungerer da Papo de Gaia

Aline Vilar Machado


Quando começamos a planejar a vinda de nosso filhote comecei a procurar em Campo Grande cursos para gestantes pelo Google e foi quando me deparei com a Papo de Gaia. Com apenas 9 semanas de gestação, eu e meu marido participamos do curso da papo, e tivemos contato com o mundo da gestação e do parto. Sempre tive o sonho de ter um parto normal, por ter muito medo de ter que passar por uma cirurgia e sabia que teria que me preparar para isso, mais fisicamente do que mentalmente, pois além de ter obesidade também sou portadora de diabetes tipo 2. Portanto, com 15 semanas de gestação comecei as aulas de pilates na papo de Gaia. E entre finalmente em contato com a Mariksa, durante a gestação ela me ajudou com a enfrentar as possibilidades do meu maior medo que era a cirurgia cesariana, que no meu caso era uma possibilidade que acabou se tornando real. Infelizmente, devido a diabetes eu tive problemas relacionado a placenta, segundo a GO que me acompanhava e com 36 semanas de gestação liguei para Mariksa avisando que iria para o hospital provavelmente para fazer exames e monitorar o bebê. Ela apareceu lá imediatamente, novamente infelizmente no hospital não havia vaga para ficar monitorando o bebê e recomendaram um cesária de emergência. Nesse momento a Mariksa foi muito importante, pois o desejo meu é do meu marido era um parto normal e ela ajudou a gente a entender que nas minhas condições a cesária era a opção mais segura. Durante a cirurgia equipe médica não permitiriu a presença dela. Mas ela me auxiliou enormemente no pós-parto. Meu Aron nasceu na sexta feira à noite de Carnaval, eu e meu marido não temos família em Campo Grande, morando todos em outros estados. E durante a estadia no hospital a Mariksa fez questão de revesar com meu marido para me acompanhar, para que ele pudesse descansar um pouco, já que não há estrutura para o acompanhante dormir no hospital. Passamos todo o carnaval no hospital até a glicemia do meu bebê se normalizar e a Mariksa nos acompanhou todos os dias da internação. Tenho muito a agradecer ao auxílio no pré e pós parto, mesmo não tendo conseguido meu objetivo do parto normal, passei pela cirurgia que era meu maior medo, sem grandes traumas, mesmo não tendo sido um parto totalmente humanizado, tenho meu bebê saudável comigo. Doula Mariksa Ungerer Aline é mamãe de Aron

Kayene Lucas 


...Sempre fui aquela que dizia que nunca faria um parto normal, motivo: medo da dor. Ao ficar grávida a história mudou. Desde o "positivo" estampado no meu exame, comecei a pesquisar sobre tudo, gestação, parto, amamentação e muito mais. Busquei informações sobre os prós e os contras dos dois tipos de parto e foi aí que decidi que o meu filhote nasceria no dia em que ele escolhesse e estivesse pronto,  decidi também deixar meus medos de lado e trazer meu filhote ao mundo de parto natural, porque depois de tanta informação colhida decidi que seria o melhor para o meu filho e para mim também. m. Tive que procurar outra obstetra, pois sabia que no fim das contas a minha iria dizer que eu não poderia encarar um parto normal. Foi quando conheci a Papo de Gaia, a Mariksa, a Mikele e minha atual médica Dra. Sandra Valéria, num curso de gestantes oferecido pela "Papo". Foi quando tudo foi se encaixando, as portas se abrindo, o medo sumindo e eu me empoderando. Nos tempos de hoje o parto normal é visto com muito preconceito, e isso é muito compreensível pois os primeiros a nos amedrontarem sobre o assunto são os próprios médicos, visto que para eles a cesárea é o mais cômodo e lucrativo. Ao optar pelo parto normal a melhor decisão que tomei foi contratar uma doula. Na primeira consulta com a Mariksa todos os meus medos foram embora, ela tranquilizou também meu marido, e saí de lá com o coração leve pra esperar o grande dia chegar. Ao chegar o dia tudo correu bem, desde o primeiro momento até a ultimo, eu estava segura com todo o apoio que estava recebendo, doulas, médica, marido... Foi o dia mais incrível e emocionante da minha vida, desde que senti a primeira dor se aproximando sentia que com ela vinha um enorme sentimento de amor, felicidade, oxitocina... Com meu marido me abraçando e minhas queridas doulas e médica me amparando, não tem como dizer que meu parto teve sofrimento. Dor? Claro que sim! Mas dor de amor, dor de um amor puro, dor de um amor divino e não humano. Só tenho a dizer que sinto muitas saudades deste dia maravilhoso, e meu próximo filho nascerá sabe como? De parto normal se Deus quiser! Gestante: Kayene Lucas - Mãe do José Doulas Mariksa Ungerer e Mikele Nunes Papo de Gaia

Nasci com Doula

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com