Doula

Olá,

Estou aqui com a missão de auxiliar você nesse caminho da concepção consciente.

Gestação saudável e um parto seguro, tranquilo e empoderado.

E te oferto apoio e informação para um pós-parto feliz e com boas expectativas diárias.

Comecei minha história de amor com as gestantes e casais grávidos em 2014.

Mais na verdade a humanização começou bem antes de tudo isso para mim.

Tudo começou com o nascimento da minha filha em 2012.

Foi em esse despertar de consciência que acolhi e compreendi a realidade que temos que é de forma tão previsível e violenta.

E a partir desse momento, decidi fazer algo diferente com tudo que me ocorreu e transformei as minhas experiências em grandes oportunidades para minhas doulandas, transformando pensamentos e vivências em experiências inesquecíveis e positivas de gestar e parir. Atuo em muitas áreas terapêuticas e convido você a vir tomar um chá ou um suco comigo.

Tenho certeza que posso te ajudar desse ponto de partida em que você chegou até aqui no meu site.

Marcar um encontro é muito simples, estou sempre em minha casa que é a Papo de Gaia.

Para isso é preciso que você me mande um WhatsApp ou me ligue (67)99238-2838.

Estou a seu serviço e espera, conte comigo, um grande beijo.

Mariksa Ungerer

Guia rápido sobre a Doula:

1O que é Doula?
Uma doula (pronúncia: /ˈduːla/) é uma assistente de parto, sem necessariamente formação médica, que acompanha a gestante durante o período da gestação até os primeiros meses após o parto, com foco no bem estar da mulher. Antigamente a parturiente era acompanhada durante todo o parto por mulheres mais experientes, suas mães, as irmãs mais velhas, vizinhas, geralmente mulheres que já tinham filhos e já haviam passado por aquilo. Depois do parto, durante as primeiras semanas de vida do bebê, estavam sempre na casa da mulher parida, cuidando dos afazeres domésticos, cozinhando, ajudando a cuidar das outras crianças. Conforme o parto foi passando para a esfera médica e nossas famílias foram ficando cada vez menores, fomos perdendo o contato com as mulheres mais experientes. Dentro de hospitais e maternidades, a assistência passou para as mãos de uma equipe especializada: o médico obstetra, a enfermeira obstétrica, a auxiliar de enfermagem, o pediatra. Cada um com sua função bastante definida no cenário do parto. O médico está ocupado com os aspectos técnicos do parto. As enfermeiras obstetras passam de leito em leito, se ocupando hora de uma, hora de outra mulher. As auxiliares de enfermeira cuidam para que nada falte ao médico e à enfermeira obstetra. O pediatra cuida do bebê. Apesar de toda a especialização, ficou uma lacuna: quem cuida especificamente do bem estar físico e emocional daquela mãe que está dando à luz? Essa lacuna pode e deve ser preenchida pela doula ou acompanhante do parto. O ambiente impessoal dos hospitais, a presença de grande número de pessoas desconhecidas em um momento tão íntimo da mulher, tende a fazer aumentar o medo, a dor e a ansiedade. Essas horas são de imensa importância emocional e afetiva, e a doula se encarregará de suprir essa demanda por emoção e afeto, que não cabe a nenhum outro profissional dentro do ambiente hospitalar.
2O que a Doula faz?
Antes do parto a ela orienta o casal sobre o que esperar do parto e pós-parto. Explica os procedimentos comuns e ajuda a mulher a se preparar, física e emocionalmente para o parto, das mais variadas formas. Durante o parto a doula funciona como uma interface entre a equipe de atendimento e o casal. Ela explica os complicados termos médicos e os procedimentos hospitalares e atenua a eventual frieza da equipe de atendimento num dos momentos mais vulneráveis de sua vida. Ela ajuda a parturiente a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto e parto, mostra formas eficientes de respiração e propõe medidas naturais que podem aliviar as dores, como banhos, massagens, relaxamento, etc.. Após o parto ela faz visitas à nova família, oferecendo apoio para o período de pós-parto, especialmente em relação à amamentação e cuidados com o bebê.
3O que ela não faz?
A doula não executa qualquer procedimento médico, não faz exames, não cuida da saúde do recém-nascido. Ela não substitui qualquer dos profissionais tradicionalmente envolvidos na assistência ao parto. Também não é sua função discutir procedimentos com a equipe ou questionar decisões. Vantagens As pesquisas têm mostrado que a atuação da doula no parto pode: diminuir em 50% as taxas de cesárea diminuir em 20% a duração do trabalho de parto diminuir em 60% os pedidos de anestesia diminuir em 40% o uso da oxitocina diminuir em 40% o uso de fórceps. Embora esses números refiram-se a pesquisas no exterior, é muito provável que os números aqui sejam tão favoráveis quanto os acima mostrados.
4A doula e o pai ou acompanhante
A doula não substitui o pai (ou o acompanhante escolhido pela mulher) durante o trabalho de parto, muito pelo contrário. O pai muitas vezes não sabe bem como se comportar naquele momento. Não sabe exatamente o que está acontecendo, preocupa-se com a mulher, acaba esquecendo de si próprio. Não sabe necessariamente que tipo de carinho ou massagem a mulher está precisando nessa ou naquela fase do trabalho de parto. Eventualmente o pai sente-se embaraçado ao demonstrar suas emoções, com medo que isso atrapalhe sua companheira. A doula vai ajudá-lo a confortar a mulher, vai mostrar os melhores pontos de massagem, vai sugerir formas de prestar apoio à mulher na hora da expulsão, já que muitas posições ficam mais confortáveis se houver um suporte físico.

Sei que essa é uma dúvida frequente sobre o valor de uma doula. Para uns é acessível para outros nem tanto. Mais antes de imaginar se você consegue ou não contratar uma doula, compreenda o seu valor. E perceba como ela te auxilia durante todo o momento da viagem até a chegada do seu bebê. Esse Vídeo do site mães de peito, foi o melhor vídeo explicativo que encontrei falando sobre o assunto e sua importância. E desde já, te convido a baixar suas barreiras e a olhar para o que tem além desse lindo trabalho. E o quanto ele é essencial para essa nova fase de sua vida. Toda mulher merece uma doula. E aqui comigo, você já tem o meu sim.

Agora, só falta conversarmos sobre o seu plano de parto e maneira mais harmoniosa que você deseja investir nesse trabalho. Bom Vídeo. Estou a disposição, caso deseje tirar mais dúvidas a respeito dos meus planos e valores como Doula.

Me chame via Whats.

3 de abril de 2019

Massagem de Coração

Quem na face da terra pode pensar em não gostar de uma boa massagem? E não pensar que um toque bem feito pode nos leva e […]
2 de abril de 2019

O emaranhado do Pai na gestação.

O emaranhado do Pai na gestação. Nascemos, crescemos, vivemos, amadurecimentos, optamos em criar uma família e derrepente, o companheiro se vê no momento de gestar a […]
4 de março de 2019

Nasce um Gigante

Batidas de coração de Doula, quase nunca erram.  Foi colocar as mãos na Bola mágica (barriga de Grávida) para ter a sensação do grande espetáculo da […]

Declaraçõe sobre a Doula Mariksa

Tânia Gimenez


Doula Mariksa Nunes Sanches Ungerer com seu olhar meigo e cheio de respostas buscou dentro da minha alma tudo o que estava guardado há 13 anos. Depois de uma cesariana dolorosa, meu desejo sempre foi ter um parto normal. Hoje estou grávida de 6 meses e fui em busca de alguém que me apoiasse e me ajudasse a descobrir a importância do parto normal. Foi então que conheci a Doula Mariksa para me cuidar e me preparar para o momento tão esperado que é a chegada da minha segunda filha. Hoje me sinto mais tranquila e preparada para fazer um parto normal. Tenho certeza que o carinho, respeito, atenção e amor que a minha Doula me dará, será a força e o combustível para me manter forte no grande dia. Por isso a importância desse trabalho tão lindo e rico em amor!!

Rízia Melissa


Meu primeiro parto foi horrível , tentei ter normal e não consegui deus uns problemas e fora q na hora fiquei super nervosa, alias quem não fica né? Foi traumático pois vivi a violência no parto que eu tanto esperei que seria uma coisa boa. Por fim nasceu meu filho lindo , logo após dois anos fiquei gravida novamente e fiquei sabendo de doulas e para que elas serviam, então me apresentaram a papo de gaia na qual a Mariksa me explicou tudo certinho e no dia do parto foi tudo maravilhoso , meu filho venho no tempo dele e sem pressa e no meu tempo também, fui assistida por duas doulas perfeitas Mariksa e Simone, se não fosse por elas eu não teria conseguido ter normal, foi o parto que eu queria com o primeiro filho, valeu muito a pena e não me arrependo de ter pedido ajuda de doulas , pelo contrario fico muito agradecida *--* são maravilhosas , enviadas por Deus! Mãe do Mateus Calebe Doula Mariksa Ungerer da Papo de Gaia

Aline Vilar Machado


Quando começamos a planejar a vinda de nosso filhote comecei a procurar em Campo Grande cursos para gestantes pelo Google e foi quando me deparei com a Papo de Gaia. Com apenas 9 semanas de gestação, eu e meu marido participamos do curso da papo, e tivemos contato com o mundo da gestação e do parto. Sempre tive o sonho de ter um parto normal, por ter muito medo de ter que passar por uma cirurgia e sabia que teria que me preparar para isso, mais fisicamente do que mentalmente, pois além de ter obesidade também sou portadora de diabetes tipo 2. Portanto, com 15 semanas de gestação comecei as aulas de pilates na papo de Gaia. E entre finalmente em contato com a Mariksa, durante a gestação ela me ajudou com a enfrentar as possibilidades do meu maior medo que era a cirurgia cesariana, que no meu caso era uma possibilidade que acabou se tornando real. Infelizmente, devido a diabetes eu tive problemas relacionado a placenta, segundo a GO que me acompanhava e com 36 semanas de gestação liguei para Mariksa avisando que iria para o hospital provavelmente para fazer exames e monitorar o bebê. Ela apareceu lá imediatamente, novamente infelizmente no hospital não havia vaga para ficar monitorando o bebê e recomendaram um cesária de emergência. Nesse momento a Mariksa foi muito importante, pois o desejo meu é do meu marido era um parto normal e ela ajudou a gente a entender que nas minhas condições a cesária era a opção mais segura. Durante a cirurgia equipe médica não permitiriu a presença dela. Mas ela me auxiliou enormemente no pós-parto. Meu Aron nasceu na sexta feira à noite de Carnaval, eu e meu marido não temos família em Campo Grande, morando todos em outros estados. E durante a estadia no hospital a Mariksa fez questão de revesar com meu marido para me acompanhar, para que ele pudesse descansar um pouco, já que não há estrutura para o acompanhante dormir no hospital. Passamos todo o carnaval no hospital até a glicemia do meu bebê se normalizar e a Mariksa nos acompanhou todos os dias da internação. Tenho muito a agradecer ao auxílio no pré e pós parto, mesmo não tendo conseguido meu objetivo do parto normal, passei pela cirurgia que era meu maior medo, sem grandes traumas, mesmo não tendo sido um parto totalmente humanizado, tenho meu bebê saudável comigo. Doula Mariksa Ungerer Aline é mamãe de Aron

Kayene Lucas 


...Sempre fui aquela que dizia que nunca faria um parto normal, motivo: medo da dor. Ao ficar grávida a história mudou. Desde o "positivo" estampado no meu exame, comecei a pesquisar sobre tudo, gestação, parto, amamentação e muito mais. Busquei informações sobre os prós e os contras dos dois tipos de parto e foi aí que decidi que o meu filhote nasceria no dia em que ele escolhesse e estivesse pronto,  decidi também deixar meus medos de lado e trazer meu filhote ao mundo de parto natural, porque depois de tanta informação colhida decidi que seria o melhor para o meu filho e para mim também. m. Tive que procurar outra obstetra, pois sabia que no fim das contas a minha iria dizer que eu não poderia encarar um parto normal. Foi quando conheci a Papo de Gaia, a Mariksa, a Mikele e minha atual médica Dra. Sandra Valéria, num curso de gestantes oferecido pela "Papo". Foi quando tudo foi se encaixando, as portas se abrindo, o medo sumindo e eu me empoderando. Nos tempos de hoje o parto normal é visto com muito preconceito, e isso é muito compreensível pois os primeiros a nos amedrontarem sobre o assunto são os próprios médicos, visto que para eles a cesárea é o mais cômodo e lucrativo. Ao optar pelo parto normal a melhor decisão que tomei foi contratar uma doula. Na primeira consulta com a Mariksa todos os meus medos foram embora, ela tranquilizou também meu marido, e saí de lá com o coração leve pra esperar o grande dia chegar. Ao chegar o dia tudo correu bem, desde o primeiro momento até a ultimo, eu estava segura com todo o apoio que estava recebendo, doulas, médica, marido... Foi o dia mais incrível e emocionante da minha vida, desde que senti a primeira dor se aproximando sentia que com ela vinha um enorme sentimento de amor, felicidade, oxitocina... Com meu marido me abraçando e minhas queridas doulas e médica me amparando, não tem como dizer que meu parto teve sofrimento. Dor? Claro que sim! Mas dor de amor, dor de um amor puro, dor de um amor divino e não humano. Só tenho a dizer que sinto muitas saudades deste dia maravilhoso, e meu próximo filho nascerá sabe como? De parto normal se Deus quiser! Gestante: Kayene Lucas - Mãe do José Doulas Mariksa Ungerer e Mikele Nunes Papo de Gaia

Não faço partos, assisto mulheres PODEROSAS

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com